expand_less

Posts filed under "Achados"

Sem dinheiro para obras de arte? Aposte nas fotos e gravuras de qualidade Categoria(s): Achados, Sem categoria

Sem dinheiro para obras de arte? Aposte nas fotos e gravuras de qualidade

Postado por Daniela 2 de agosto de 2012

Fotos à venda na Galeria Motor: 1- PF - Luiz Hermano - Fotografia (45x75 x3cm) 2- Tapete I - Renata Ursaia - Fotografia (42 x 62 x 2,5cm) 3- Steps 2: Série Movelar - Lulli - Fotografia (35 x 26cm) - Lulli 4- Tabuada - Cao Guimarães - Fotografia (70 x 46cm)

Ainda não lhe sobra dinheiro do orçamento para adquirir telas, pinturas ou quadros?
Uma boa alternativa é investir em  boas fotos, que são vendidas por preços mais acessíveis, mas não deixam de ter status de obra de arte, geralmente assinadas e vendidas com número de série e certificado de autenticidade.

Fotos disponíveis no Fotospot: 1- Garota na Janela, de Cristiano Mascaro 2- Maço de Cigarros, de Crisitano Mascaro 3-Carolyn Carlson, de Bob Wolfenson

Começar por gravuras e outros tipos de reproduções também é uma boa alternativa. É possível comprar gravuras de artistas que estão começando por cerca de R$ 100, e de nomes já consagrados, como Tomie Ohtake, por U$ 1500.

Recorte da Forma - Tomie Ohtake - Gravura (59 x 49cm), à venda na Galeria Motor

Para quem gosta, começar por reproduções de qualidade é uma boa alternativa. É um bom caminho também para possibilitar experimentos, porque você não gasta tanto e percebe se funcionou ou não e faz testes sobre quais artistas gosta mais. Grande parte do público jovem começa a fazer coleção a partir de gravuras e fotografias. Depois de um ou dois anos, é possível ver o artista e a obra se valorizando e passar a acreditar nas suas escolhas e preferências.

Amanhecer em Tobago, de Vânia Toledo, da Fotospot

Começar por um clube de gravura ou de fotografia é uma boa escolha para dar o “start” na sua coleção, pois há uma curadoria, um museu que está por trás fazendo a escolha por você. Esse trabalho pode não valorizar, porque é uma edição grande, mas também não vai desvalorizar, garantem os especialistas.

Gravuras da Galeria Motor 1- Pitágoras - Abraham Palatnik - Serigrafia (50 x 50cm) 2- Sem Título - Paulo Whitaker - Gravura (100x70x3cm)3-Abstraction Nerveux 2 - Rodolpho Parigi - Glicê (85x130cm)

Existem boas galerias virtuais, que têm credibilidade e trabalham com ótimos artistas. Eu, particularmente, adoro a Galeria Motor, do Submarino, que vende trabalhos (fotos, gravuras, pinturas e livros) mais acessíveis de  artistas novos e consagrados, como Gil Vicente e Alice Vinagre.

Brasil que Te Amo, de Walter Firmo, do acervo do Fotospot

Para os que adoram fotos, no Fotospot é possivel comprar fotografias de grandes nomes como Vânia Toledo, Walter Firmo e Bob Wolfenson impressas no tamanho escolhido, em jato de tinta no papel de 100% algodão Canson Infinity Rag Photographique, técnica que garante prints de alta permanência, iguais às expostas em museus e galerias de todo o mundo. A obra segue acompanhada de dois certificados de autenticidade assinados pelo artista.

Tags:

The Exchange Hotel Amsterdam: ponto de encontro da moda com o design e a arquitetura

Postado por Daniela 23 de julho de 2012

The Exchange Hotel, no centro de Amsterdam, com decoração conceitual concebida por alunos do Instituto de Moda Amsterdam (AMFI)

Gosta de moda, design e decoração nas mesmas proporções? Então esse post é pra você!  O Fazendo Sala conheceu o projeto do Hotel Amsterdam, The Exchange e lembrou logo de dividir com os nossos leitores alguns detalhes desse projeto conceitual, ousado, muito inspirador e deliciosamente inovador.

São 61 quartos com decoração diferentes, classificados de 1 a 5 estrelas

Situado em três prédios antigos no centro de Amsterdam, o Exchange tem  61 quartos, todos com ambientação concebida – e porque não vestida? –  por alunos do Instituto de Moda Amsterdam. O resultado é um hotel onde a arquitetura encontra e conversa com a moda. Os “rooms” , classificados de 1 a 5 estrelas, são temáticos. Para os românticos, a possibilidade de se hospedar em um ambiente inspirado em Maria Antonieta, onde um vestido se transforma em enormes cortinas derramadas sobre as paredes e cama. Para os minimalistas, um quarto criado tendo como base o velho conto de fadas de As Roupas Novas do Imperador.


A armação de uma saia rodada do século 18 decora a cama de um dos quartos


Destaque para a sala de crinolina, com referências às saias rodadas do século 18, ícone do estilo de Maria Antonieta. O projeto do quarto espirituosamente incorpora uma estrutura de arcos laterais, que sobem para a cama. O imóvel em ruínas, recebeu tratamento profundo em sua estrutura original com telhas especiais projetadas, visíveis em todas as partes do hotel. Além disso, os espaços comuns ganharam uma transformação completa e divertida, todas relacionadas com o conceito de modelo humano. Em um dos cômodos, um colar de 20 metros de lâmpadas vintage. Já no balcão da recepção, o estofamento semelhante a um saco de fantasia.

Quartos recheados de muitas surpresas e detalhes

Para os que não teriam coragem de se hospedar em um ambiente tão conceitual, vale uma visita. Uma loja maravilhosa no piso térreo ocupa 230 metros quadrados. Em dois níveis,  apresenta peças de design maravilhosas de todo o planeta. As ofertas incluem cerâmica, artigos de vestuário, itens infantis e as peças únicas de mobiliário criadas pelo arquiteto japonês Jo Nagasaka.

Loja de design e restaurante abertos ao público

Os espaços de convivência do The Exchange

Ao lado da loja de presentes, o restaurante confortável também está aberto aos transeuntes com um ambiente que não é apenas design e diversão, mas também reflete o esforço comum de criação do câmbio: todos os participantes foram convidados a desenhar um pássaro moda, e o resultado maravilhoso pode ser visto nas paredes.

Para saber mais detalhes do Hotel The Exchange.

Tags:

Sérgio J Matos: Paraibano bom de design! Categoria(s): Achados, Sem categoria

Sérgio J Matos: Paraibano bom de design!

Postado por Daniela 18 de junho de 2012

O designer Sérgio J. Matos transforma suas referências da cultura brasileira em inspiração para criar design e móveis maravilhosos

Os fios, tramas e formas dos móveis do brasileiro Sérgio J. Matos despertaram  a curiosidade de uma legião de estrangeiros e da imprensa mundial especializada em design. Desde 2010, ano de sua primeira aparição no Salone Satellite, que integra o Salão do Móvel de Milão, o brasileiro coleciona prêmios, elogios da crítica e reportagens em publicações de repercussão internacional como o Financial Times.

O tapete Marakatu e as poltronas Balaio e Balão, que fizeram sucesso no Salão de Móveis de Milão

Nascido no Mato Grosso, mas paraibano de coração, Sérgio J. Matos, 34 anos, é  designer de produto formado pela Universidade Federal de Campina Grande. E é principalmente na Paraíba que ele bebe em sua principal fonte inspiradora: a cultura brasileira.

O Fazendo Sala se apaixonou perdidamente pelo Banco Carambola. Não é fofo demais?

Entre suas criações, o banco Carambola (que reproduz a forma da fruta de mesmo nome) e as mesas Xique-Xique (baseada em uma espécie de cacto da caatinga) e Galho (inspirada nas formas das árvores durante o inverno). Seus principais clientes são lojas de design conceitual de vários estados do Brasil – incluindo uma de Campina Grande, onde fixou residência e montou um estúdio.

Fibras naturais, como os fios de rede, o algodão colorido e nylon, são sua matéria-prima predileta. “Como na região não temos acesso a indústrias de alta tecnologia, procuro utilizar o que tenho ao meu redor. Hoje as empresas me procuram para desenvolver produtos com os fios coloridos da Paraíba”, comemora Sérgio J. Matos.

A mesa de centro Xique-Xique e o banco algodão, fabricado com fibras naturais

Em agosto, o designer Sérgio J. Matos comemora mais uma vitória: a sua Poltrona Balaio, apresentada em Milão no ano passado, será lançada comercialmente, com fabricação da Prima Design, empresa de Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul. O lançamento  poltrona Balaio será na 20ª edição da Paralela Gift, feira de Design e Produtos Contemporâneos, que acontece no Ibirapuera, em São Paulo, entre os dias 24 e 27 de agosto.

Para ele, o diferencial da peça é a experimentação. “Quando as pessoas olham para ela acham que é desconfortável. Mas, como aconteceu no Salone Satellite, quando a pessoa senta não acredita como ela pode ser gostosa”, garante.

Criador e criatura: Sérgio Matos e sua poltrona Balaio, que será lançada comercialmente em agosto

Confeccionada em estrutura de aço e revestida por fios coloridos de algodão, a peça surgiu da observação das formas de um tipo de cesto, com mesmo nome, usado em feiras livres. A inspiração veio de pequenos detalhes, percebendo a beleza em objetos comuns. A poltrona adapta com harmonia sua característica rústica e comum com os materiais sofisticados e personalizados usados em sua fabricação, podendo compor qualquer ambiente.

Estante Giral, Poltrona Cariri e Bancos Xique-Xique

Não tenho absoluta certeza, mas acho que no Recife ainda não temos nenhuma loja que represente os móveis de Sérgio J Matos com exclusividade. Mas quem gostou dos produtos e deseja comprar ou saber mais informações sobre esse paraibano bom de design pode clicar aqui e acessar sua página virtual, com todas as informações sobre suas criações e canal de vendas on line.

Tags:

Logo PE Con Sidebar

Instagram

  • O sousplat  responsvel por dar um toque de requinte
  • Conhea e se encante pelo Cupe Beach Living localizado no
  • Os nichos so uma tima opo na hora de decorar
  • At no banho  importante garantir a segurana e a
  • Vai reunir os amigos e preparar aquela festa de halloween?
  • Pensando em dar Up no ap? Um dica valiosa

  

<Dezembro 2018>
SuMoTuWeThFrSa
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

No Banner to display

Página 30 de 38« Primeira...1020...2829303132...Última »