Posts tagged with "sofisticação"

Estilo e durabilidade bem pertinho do mar

Postado por Gustavo Belarmino 17 de junho de 2015

“Ah, se eu fosse marinheiro
seria doce meu lar
não só o Rio de Janeiro
a imensidão e o mar”

Tons pastel, com madeira, vidro, tecidos e couro sintético. Nas paredes, papeis e texturas anti-umidade completam a decoração sofisticada desta embarcação

Tons pastel, com madeira, vidro, tecidos e couro sintético. Nas paredes, papeis e texturas anti-umidade completam a decoração sofisticada desta embarcação

Para quem, assim como na musica Maresia, de Adriana Calcanhoto, tem a imensidão e o mar como lar, não é exagero pensar em conforto e sofisticação na hora de decorar sua embarcação. Cada vez mais requintados, esses espaços prezam por alguns cuidados que podem ser levados também para ambientes externos em casas de praia e campo com piscina, sujeitos aos mesmos fatores de um barco, como umidade e maresia, sol, chuva e vento. Nestes casos, nem todos os materiais usados para estofamentos (como lã, algodão, brim, lona, poliéster, tafetá, sarja e tweed) podem ser utilizados. Entra em cena então o couro sintético, sinônimo de luxo, requinte e beleza, e, além disso, de segurança, durabilidade e conforto.

ecomariner02

LEIA TAMBÉM
Florense aposta no acabamento em madrepérola

Geralmente, assentos de embarcações são elaborados com materiais capazes de suportar os rigores do ambiente. Por isso, podem ser em vinil marinho-classe, nylon, couro, produtos à prova d’água e às vezes até mesmo tecido. Neste último caso, apenas nas áreas mais internas dos barcos. “Alguns materiais são totalmente à prova de mofo ou de água. O importante, na verdade, é escolher o material para o seu estofamento mais adequado ao ambiente onde se pretende utilizar o barco”, explica o sócio da Ecomariner, José Pinteiro Filho.

ecomariner01

ecomariner

VEJA DICAS DE COMO MANTER O MATERIAL SEMPRE NOVO
1- É importante considerar a tonalidade da cor do sintético no prazo da limpeza. Para os de cor clara, higiene semanal. Nos mais escuros, entre duas e três semanas.
2- É importante mudar as almofadas soltas, constantemente, de lugar.
3 – Bancos de nylon não podem ser higienizados com amônia, a não ser em casos de remoção de manchas, como o sangue de peixe, ou mofo. Nestes casos, ela deve ser diluída em quatro partes de água.

Tags:

Lavanda: a cor que parece exalar perfume!

Postado por Daniela 24 de julho de 2013
Tons de violeta para decorar: frescor, calma e elegância!

Tons de violeta para decorar: frescor, calma e elegância!

Acho tão lindos os campos de lavanda, que só de olhar para os tons de lilás chego a sentir o perfume das alfazemas. Suave,  fresco, acolhedor, de uma feminilidade tão elegante, que pode ser traduzida como a “cor do sossego”. E o melhor: é tendência!

Purple-Interior-Design

Extratos de Lavanda já eram utilizados pelos romanos para lavar roupa, tomar banho, aromatizar ambientes e como remédio para insônia, calmante, relaxante e analgésico. De acordo com a cromoterapia, o violeta é uma cor fria, por estar mais próxima do anil e mais distante do magenta.
colagem 2
Os tons de violeta e alfazema,  quando bem aplicados, podem resultar em efeitos  românticos e bem sofisticados. Tanto nas paredes, como no mobiliário e em peças decorativas, podem ser aplicados em ambientes clássicos, rústicos e bem aconchegantes
Original-Brian-Patrick-Flynn_toddler-straight-on-bed-wall_s3x4_lg

 O Lilás funciona bem quando colocado em bases claras e neutras, sem tantas estampas, principalmente os florais mais óbvios. Todos os tons de lavanda e lilás fazem duetos muito afinados com os grupos de prata e cinza.  A cor lilás também casa perfeitamente com os verdes, seu oposto no disco cromático, assim como acontece entre o roxo e o amarelo.

Colagem 3

colagem 5
Cool-inspirations-for-violet-interior-design-6

Tags:

Logo PE Con Sidebar

Vídeo

Instagram Slider

Newsletter

janeiro 2018
DSTQQSS
« ago  
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031