expand_less

Posts tagged with "tradição"

Categoria(s): Destaques, Notas

Tradição que se leva à mesa

Postado por Gustavo Belarmino 19 de agosto de 2014

cocote04

Quando a marca foi lançada, em 1974, não existiam caçarolas como as Staub. Em cores que eram moda na época (marro e laranja) e com tamanhos que atendiam a várias necessidades, as panelinhas rapidamente cairam no gosto dos mais exigentes. 40 anos depois, o design simples e ao mesmo tempo clássico faz sucesso e novos produtos têm sido inseridos no portifólio da marca – que tem como seu principal símbolo a Cocotte, lançada em 1978.

staub cocote

A grande inovação para a época (e até hoje) era a possibilidade de acrescentar gelo à tampa, para acelerar o processo de condensação e regar o alimento dentro da caçarola. Em se falando em design, a maior qualidade é que os recipientes são ideais para sair do fogo direto à mesa – ou podem ser usados simplesmente como itens decorativos. E quem resiste às mini cocottes – que podem vir recheadas de macarons, brigadeiro de colher ou mesmo o bom e velho arrumadinho de carne de sol pernambucano?

cocote02

Algumas curiosidades sobre a Staub

– Entre os que usam Staub, mais de 9 em cada 10 usam a Cocotte.
7 entre 10 chefs estão usando Staub para cozinhar na França.
No Brasil, D.O.M, Attimo, Esquina Mocotó, Bar da Dona Onça, CT Boucherie, ICI Bistrô, ICI Brasserie, La Cocotte usam a marca.
– Fundada em 1974 na França por Francis Staub, a Staub é líder de mercado na França com a linha de caçarolas de ferro esmaltado e exporta para mais de 57 países.
– Os produtos da marca Staub estão à venda em diversos pontos em todo País.
– Podem ser encontrados, fisicamente, na Zwilling Concept Shop Oscar Freire (Rua Oscar Freire, 578. Jardins. São Paulo – SP).

cocote03

Tags:

Categoria(s): Destaques, Notas

Aos mestres com carinho

Postado por Gustavo Belarmino 9 de julho de 2014

São os mestres do artesanato pernambucano que dão as boas-vindas aos visitantes da Fenearte. Ao longo de uma larga passarela, o tapete vermelho dá o indicativo de que ali estão selecionadas histórias e tradições, muitas vezes passadas de pai para filho, geração a geração. Alguns destes artesãos estão ali naquela ala pela primeira vez, como Marina Ferreira, que traz sua tapeçaria de Lagoa do Carro para apresentar aos passantes. Diz que está tão feliz, que nem cabe em si. E que mais do que o seu trabalho (e teve muito, para deixar o estande abarrotado de tapetes, pesinhos de porta e passadeiras), revela que sua história, nem sempre fácil, a levou até ali. São trajetórias como a da simpática Dona Marina e a da filha de Ana das Carrancas que permeiam esse vídeo que o Fazendo Sala apresenta agora, sobre a Ala dos mestres da Fenearte. Dá o play.

Cida Lima e Neguinha, com suas peças em barro trazidas de Belo Jardim, estão expondo na galeria de mestres da Fenearte

Cida Lima e Neguinha, com suas peças em barro trazidas de Belo Jardim, estão expondo na galeria de mestres da Fenearte

CONFIRA OS ESTANDES QUE O FAZENDO SALA VISITOU

– Peças de barro
Cida Lima e Neguinha
Belo Jardim

– Rosas e bonecas de palha de milho
Vera Brito
Vicência

– Tapeçaria
Marina Ferreira
Lagoa do Carro

– Carrancas da Filha de Ana Carranca
Da Cruz
Petrolina

– Carrancas esculpidas em madeira
Seu Bitinho
Petrolina

– Mamulengos
Miro
Carpina

– Leões em barro
Família Nuca
Tracunhaém

– Bonecos em madeira
Wagner Porto
Garanhuns

Tags:

Colorindo os Ovos de Páscoa

Postado por Daniela 18 de março de 2013
Uma maneira bacana de deixar a mesa de páscoa mais linda e colorida

Pintar os ovos: Uma forma bacana de deixar a mesa de páscoa linda e colorida

 

Aqui no Brasil quando a gente fala em ovos de páscoa, todos pensam logo em chocolate. Mas usar os ovos de galinha para decorar a mesa e a casa é uma tradição milenar e cheia  de significados. Desenhar e colorir ovos, símbolo de nascimento e renovação deixa o decor mais lindo, além de ser um ótimo pretexto para fazer um ótimo programinha em família. Portanto, que tal reunir os filhos e a família para preparar uma páscoa bem linda e participativa?

O Fazendo Sala selecionou e repassa aqui algumas técnicas capazes de transformar simples ovos de galinha em uma bela peça decorativa para a páscoa. Eu já programei um dia de pintura de ovos com a família aqui na minha casa. Estamos animadíssimos! Agora, confiram as dicas e inspirem-se!

As técnicas de tingimento são fáceis. Na hora de secar, use uma prancha com pregos para apoias os ovos.

As técnicas de tingimento são fáceis. Na hora de secar, use uma prancha com pregos para apoias os ovos.

 

Os Ovos

Os ovos podem ser usados cozidos ou vazios. Os brancos são os ideais para colorir ou pintar e desenhar.   Os cozidos, mais fáceis de pintar por razões óbvias, são os indicados para ser trabalhados por crianças. O ovo cozido terá maior durabilidade se você o ferver em fogo brando por meia hora.

 

Com um simples tingimento e pinturas simples os ovos deixam a páscoa mais alegre

Com um simples tingimento e pinturas simples os ovos deixam a páscoa mais alegre

 

Esvaziando os ovos

Coloque o ovo cru num cálice especial, com o lado menor para baixo. Pegue uma agulha de costura comprida e faça um furo no alto. Vire-o ao contrário e repita a operação, fazendo desta vez o furo ligeiramente maior. Mantenha o ovo sobre uma tigela e, usando um canudinho ou colocando a boca sobre o furo menor, sopre o conteúdo para dentro da tigela.

Caso não saia com facilidade, sacuda o ovo ou pegue uma agulha comprida e fure a gema. Quando tiver esvaziado, encha o ovo de água, sacudindo levemente para limpá-lo. Tampe os furos com vela derretida e lave-o bem por fora, antes de começar a decorá-lo.

 

Quanto mais colorido melhor!

Quanto mais colorido melhor!

 

Pintura

É sempre útil, na pintura com pincel, colocar o ovo no cálice próprio, pintando primeiro uma das extremidades, depois a outra. Use tinta de escrever, guache, caneta hidrográfica, ou qualquer tinta de artesanato. Você conseguirá o efeito de pérola pintando o ovo com várias camadas de esmalte de unha, cintilante. Deixe secar a primeira camada, antes de passar a seguinte.

Dá até para colocar o nome das pessoas queridas nos ovinhos coloridos!

Dá até para colocar o nome das pessoas queridas nos ovinhos coloridos!

 

Tingimento

Utilize corantes vegetais de alimentos ou corantes de tecidos, que têm a vantagem de apresentar uma maior variedade de cores. Use o corante de acordo com as instruções da embalagem, mergulhando e rolando o ovo na tintura com uma colher. Assim, você obterá um tingimento uniforme.

Há uma grande variedade de técnicas de tingimento que proporcionam efeitos diferentes na superfície do ovo. Você conseguirá efeitos surpreendentes também com pingos de tinta a óleo numa vasilha com água: encha de água 3/4 de uma tigela e dissolva nela 10 g de gelatina sem sabor; pingue na água um ou mais tons de tinta a óleo. Mexa para misturar um pouco as cores. Passe pelos furos do ovo um arame fino de florista; com a ajuda do arame, role o ovo lentamente na superfície de água de modo que recolha a tinta. Banhe cada ovo apenas uma vez, e cada um deles ganhará um colorido diferente.

 

Boas Páscoa!

Boas Páscoa!

 

Prancha de secar

Há muitas maneiras de secar um ovo pintado, como por exemplo, um cálice especial, ou uma prateleira. Mas o melhor método é colocar o ovo suspenso num prego batido numa prancha.

 

No vídeo, aprenda a fazer o Malowanki, nome da técnica que pinta os ovos com pincéis, como uma superfície de tela, criando decorações muito coloridas.

 

Tags:

Logo PE Con Sidebar

Instagram

  • Os nichos so uma tima opo na hora de decorar
  • Vai reunir os amigos e preparar aquela festa de halloween?
  • Pensando em dar Up no ap? Um dica valiosa
  • At no banho  importante garantir a segurana e a
  • Conhea e se encante pelo Cupe Beach Living localizado no
  • O sousplat  responsvel por dar um toque de requinte

  

<Novembro 2018>
SuMoTuWeThFrSa
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

No Banner to display

Página 1 de 212